17 de nov de 2009

Fatos absurdos!

> Prejuízo causado pelos cupins no mundo chega a 10 bilhões de dólares ao ano:

Chega a 10 bilhões de dólares o valor da madeira que os cupins destroem por ano em todo o mundo. Entendidos dizem que um método fácil de eliminá-los, quando entram voando em casa, é com um prato com água, colocado de forma a refletir a luz de uma lâmpada. Os cupins afogam-se na água, atraídos pela "ilusão de ótica".
__________________________________________

> Matemático russo foi considerado bruxo e condenado à fogueira devido à precisão de seus cálculos:

O tzar Ivan IV da Rússia, que reinou de 1533 a 1584, mandou executar na fogueira um matemático a quem pedira, apenas para divertir a corte, que calculasse o número exato dos tijolos necessários para construir determinado prédio. Ao término da obra, verificada a precisão dos cálculos, Ivan IV sentenciou o matemático à morte como bruxo, porque era dotado de estranhos e perigosos poderes.
__________________________________________

> A ineficiência da burocracia

A burocracia é um mal universal. Em 1949, a Prefeitura de Paris, procurando salas disponíveis para instalar novos serviços, descobriu que ainda funcionava o Departamento de Indenizações dos Prejuízos causados pela Enchente de 1910. A seção era atendida por dois funcionários idosos, que revelaram ter pago a última indenização devida em 1913, ou seja, 36 anos antes.
__________________________________________

> Contar em voz alta até um milhão levaria 12 dias:

A inflação e o rotineiro noticiário sobre corrupção no Brasil, envolvendo milhões de reais, tiraram do brasileiro o entendimento do que seja um milhão. Se alguém contasse em voz alta, 24 horas por dia, sem parar - 1... 2... 3... até um milhão - de maneira a dizer um algarismo ou número por segundo, gastaria nada menos que 12 dias para terminar a enumeração.
__________________________________________

> Cavalo foi condenado por crime de homicídio na França:

Em 1639 o Tribunal de Dijon, na França, condenou um cavalo a morrer na fogueira por crime de homicídio. No julgamento, as testemunhas disseram que o cavalo, além de estar possuído pelo demônio, tinha premeditado o crime de jogar o cavaleiro no chão, para lhe quebrar o pescoço.
__________________________________________

> Barqueiro italiano construiu sozinho uma ponte utilizando destroços da II Guerra Mundial:

Um dos mais extraordinários casos de iniciativa pessoal envolveu, em 1947, o barqueiro italiano Guido Bartoloni, que conduzia pessoas de uma margem a outra do rio Arno, entre as aldeias de Anchetta e Vallina, proximidades de Florença. Bartoloni construiu sozinho uma ponte metálica, utilizando apenas cabos e vigas encontradas entre destroços e sobras da II Guerra Mundial. Enriqueceu cobrando pedágio.
__________________________________________

> Carpinteiro causou histeria coletiva em Nova York ao afirmar que parte da ilha afundaria:

Em 1824, um carpinteiro alarmou Nova York predizendo que a ilha de Manhattan ia afundar pelo excesso de construções na parte mais baixa. Houve histeria coletiva e foi organizada uma equipe para "serrar" a parte ameaçada, como ele propunha. Na data marcada para a operação, o carpinteiro sumiu. O mais inacreditável é que não ganhou um vintém com a história. Só queria mesmo era passar trote.
__________________________________________

> Homem foi sete vezes atingido por raios:

O norte-americano Roy Sullivan foi atendido sete vezes em hospitais, entre 1944 e 1977, por ter sido atingido por raios, porém nunca sofreu mais do que queimaduras leves. Sullivam morreu apenas em 1983, sem que nenhum raio o tivesse atingido. Ele suicidou-se devido a um desengano amoroso.
__________________________________________

> Indenização por assédio sexual é bom negócio para as mulheres nos EUA:

Indenização por assédio sexual virou um bom negócio para as mulheres nos Estados Unidos. Em junho de 1995, a rede de varejo Wal-Mart foi condenada a pagar 50 milhões de dólares à ex-funcionária Peggy Kimsey, como reparação pelos danos morais alegados diante das investidas amorosas de um gerente.
__________________________________________

> Bruxa por maioria de votos

Rosaura de Montalban, mulher de extraordinária beleza, desfez lares e arruinou fortunas em Florença, na Itália, no século 16. Denunciada como bruxa, Rosaura era sempre absolvida porque seu sorriso enfeitiçava os juízes. Só foi condenada quando alguém se lembrou de lhe cobrir o rosto com uma máscara de caveira.
__________________________________________

> Um, dois, tres, já! Troquem de pista!

Até o ano de 1965, os carros na Suécia trafegavam pela pista da esquerda. A conversão do tráfego para a pista da direita foi aplicada em um dia de semana, às 5 horas da tarde. Todo o trânsito parou neste horário, e as pessoas trocaram seus carros de lado. Este curioso método foi escolhido para evitar que motoristas sonolentos ou desligados saíssem de carro de manhã cedo e esquecessem que este era o dia da troca de pistas.
__________________________________________

> Vilarejo espanhol tem apenas uma criança

O pequeno vilarejo de Vallfogona de Riucorb, na Espanha, esteve em festa do dia 11 de outubro de 2001 para comemorar o nascimento de Ágata Brun Ubach, a primeira criança a nascer no local nos últimos 16 anos. Situado na fronteira entre as províncias de Lérida e Tarragona, o povoado tem uma média de idade de 60 anos e Ágata é a única criança. A maior parte dos 50 moradores participou dos festejos e levou presentes ao bebê recém-nascido.
__________________________________________

> Correr ao redor da Terra levaria 175 dias

O diâmetro da Terra foi calculado pela primeira vez por Eratóstenes, em Alexandria, entre 276 a.C e 196 a.C. Utilizando apenas cálculos matemáticos baseados nas projeções de sombras em diferentes lugares, o estudioso chegou ao resultado aproximado de 40.000 km. Hoje em dia, sabemos que a Terra possui 39.830 km, espaço que poderia ser percorrido por um maratonista que corresse sem parar, na velocidade média de 9,5 km/h, por aproximadamente 175 dias.
__________________________________________

> Hunos apostavam a própria vida no jogo de dados

O jogo é tão antigo quanto o ser humano. Segundo crônica de Santo Ambrósio, os hunos apostavam até a própria vida no jogo de dados. Se por acaso o vencedor perdoasse o perdedor, esse cometia suicídio, pois -além da vida- havia jogado a própria honra.
__________________________________________

> Maior erro judiciário do Brasil

Os irmãos Naves - Sebastião e Joaquim - foram as vítimas do maior erro judiciário cometido no Brasil. Viviam em Araguari, Minas Gerais. Em 1937, hospedaram um primo, Benedito Pereira Caetano, que desapareceu depois de ter vendido uma carga de arroz furtada. Torturados pela Polícia e obrigados a confessar que haviam matado o primo, os irmãos foram condenados a 25 anos e 6 meses de prisão, apesar não haver prova do crime nem mesmo o corpo da suposta vítima. Dez anos mais tarde, o "falecido" apareceu muito vivo em outra cidade, e os Naves foram libertados.


____________________________________________________________________________________

Related Posts with Thumbnails

2 Comentários:

Anônimo 19 de novembro de 2009 18:21  

brasil: um país tolo

Anônimo 5 de fevereiro de 2010 11:46  

No caso dos irmãos Naves , na verdade um morreu depois de dez anos de prisão e o outro quando foi libertado já estava com a saúde bastante comprometida .

Related Posts with Thumbnails

oucaalto.blogspot.com no linkto Adicionar aos Favoritos BlogBlogs Adicionar aos Favoritos diHITT